Informações Principais
     Resumo
     Abstract
     Introdução
     Conclusão
     Download
  
  
  
 
Introdução
 
 
Acadêmico(a): Vinícius Gabriel Philippi
Título: SISTEMA DE GESTÃO DE INFORMAÇÕES E CRIAÇÃO DE UMA POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (PSI) PARA A EMPRESA OTIMIS
 
Introdução:
Desde o crescente avanço tecnológico no final do século XX e início do século XXI, a segurança da informação nas empresas se tornou importante, pois, com ela, é possível diminuir o risco de fraudes, invasões e acessos indevidos, os quais podem causar inúmeras consequências negativas às organizações. Segundo Sêmola (2003), segurança da informação é uma área do conhecimento que se dedica à proteção de ativos da informação contra os acessos não autorizados, alterações indevidas ou até mesmo sua indisponibilidade. A informação em si e como ela é assegurada dentro de uma empresa é uma questão extremamente importante, pois a mesma pode ser afetada por diversos comportamentos de diferentes usuários, por questões de infraestrutura do ambiente e até mesmo por invasores mal intencionados com objetivos como roubo, alteração e destruição da informação. De acordo com Fontes (2006), as informações são recursos que têm valor para a organização e que devem ser bem gerenciadas e utilizadas, sendo necessário que sejam disponibilizadas apenas para as pessoas que precisam delas para o desempenho de suas atividades profissionais. Conforme Dantas (2011), com a propriedade de uma boa informação, oportunidades concretas são disponibilizadas para quem as possuem, tornando assim o cenário de negócios cada vez mais dinâmico e competitivo na busca por novos mercados e até mesmo acordos internacionais. Como resultado disto, a informação é transformada no principal elemento motriz deste ambiente altamente concorrido e, devido a este motivo, uma devida atenção especial é fundamental a ela. Dantas (2011) ainda afirma que a ausência da informação ou a mesma de má qualidade constitui-se em uma importante ameaça, podendo levar empresas até mesmo à falência, onde com isso, atribui-se à informação um valor significativo, transformando-a num ativo crucial aos negócios de uma organização, exigindo ser protegida. Além da própria informação, ter o conhecimento de quem possui acesso a ela é essencial para garantir a confidencialidade dentro de uma empresa. Segundo Freire (2000) e Santos (2001), a informação é um elemento essencial nas organizações, que torna possível estabelecer assim as condições necessárias para atingir seus objetivos e aumentar sua competitividade. Marchiori (2002) complementa que a gestão da informação deve incluir mecanismos de obtenção e utilização de diversos recursos, como tecnológicos, financeiros, materiais e físicos, onde, a partir destes, possa ser divulgada estrategicamente para indivíduos, grupos e organizações. Com base nos argumentos citados, propõe-se a criação de um sistema de gerenciamento de informações, incluindo acessos e senhas. Estas informações estarão atreladas a uma Política de Segurança da Informação (PSI), a qual foi desenvolvida para a organização Otimis.